História da Cidade

Foi em meados de 1950, que nossa História começou a ser escrita. Através de umas picadas, chegaram ao interior do estado, a alguns quilômetros da Cidade de Goiás, paranaenses vindos de Londrina: Tertuliano de Albuquerque, Inácio Garcia, José Porto, João Marques, João Alves, dentre outros; todos em busca de terras férteis para o cultivo de produtos agrícolas. Essas famílias radicaram-se nas terras banhadas pelos ribeirões: Carapuça, Bocaina, Fazenda Nova e Boa Vista.

 

A religiosidade movia os moradores daquele singelo povoado. Em todo primeiro domingo de cada mês, reuniam-se para a reza do terço. Uma das moradoras possuía a imagem de Nossa Senhora de Aparecida, razão pela qual a santa passou a ser a padroeira da cidade. Foi numa dessas rezas que o nome do município foi escolhido, quando um dos presentes, ressaltou a necessidade de dar um nome ao povoado e, movido pelo ufanismo patriótico, declamou ser aquela terra, um novo Brasil, devido a sua localização, clima, relevo, que garantiria grandes possibilidades de progresso... então, fazendo alusão ao descobrimento do nosso país, um deles levantou-se e concluiu com a aprovação dos demais: “ ...está decidido, esse será o nome do lugar: Novo Brasil!”.

 

Com o passar dos anos várias outras famílias migraram para o povoado de Novo Brasil, vindas da Bahia, de Minas Gerais, Paraná, Piauí. E o povoado foi crescendo gradativamente, até se tornar distrito de Fazenda Nova, através do empenho do Sr: José Carlos Rabêlo. Em 1955, o povoado contava com uma população razoável, que aspirava a emancipação política. Em reuniões diversas, onde o assunto era política local, começaram a surgir as lideranças pró-emancipação.Os senhores: Acylino Mourão, Degir Miranda Teles, Virgílio Alves Bonfim, José Carlos Rabêlo, João Luis Barbosa, Oscar Inácio da Silva, João Pains Pinto, Maria Batista de Sousa e outros mais, partiram em busca de apoio político, encontrando-o nas pessoas dos deputados estaduais: Almir Turisco de Araújo e Israel Amorim, que providenciaram os trâmites legais para que o município se desmembrasse do município de Fazenda Nova, alcançando a autonomia política.

 

Novo Brasil, com aproximadamente 6 mil habitantes, foi então elevado à categoria de Município, pela Lei nº 2.343 de 9-12-58; tendo sido governada inicialmente pelo interventor Acylino Mourão, nomeado interinamente. Em 1º de janeiro de 1959, governa o prefeito Virgílio Alves Bonfim, nomeado pelo então governador Mauro Borges.

 

A primeira eleição direta ocorreu em 1960, e infelizmente deixou em nossa história, marcas dos conflitos políticos da época, tais como: anulação de votos de algumas urnas e, morte. Degir Miranda Teles e seu vice, Rubens Sales de Andrade foram os primeiros a governar través do voto direto.

 

Contudo, foi no governo do prefeito Venerando do Carmo Coutinho, em 1976, que se instituiu a Bandeira do Município, que tem nas suas cores, uma alusão às cores do Brasil; o brasão da Bandeira Municipal foi criado em parceria do então vereador, Divino Batista Rodrigues e do senhor Gervásio Pedro da Costa. O babaçu representa a árvore típica do cerrado existente no município; o café e o milho simbolizam a atividade econômica da época, bem como o arroz, a cana de açúcar e o algodão; a imagem eqüina representa a pecuária que surgia promissora.

 

A cidade de Novo Brasil possui 3.450 habitantes segundo o censo do IBGE/2010, localiza-se à margem esquerda do ribeirão Fazenda Nova, pertencendo então, a Zona do Alto Araguaia, com drenagem dos rios para o sentido noroeste com predominância para pequenos ribeirões. Situa-se entre os municípios de Fazenda Nova a 35km, Jussara a 31km, Itapirapuã a 28km e Buriti de Goiás a 42km. Está a 700m de altitude do nível do mar, possui clima tropical úmido, vegetação composta de serrado com matas ciliares, solo laterítico com predominância para correção: latossolo e uma área de 652km², representando 0,1911% do Estado de Goiás e 0,0076% do território nacional. Numa distância de 171km da capital do estado, tem como principal acesso ao município a GO 326.

NOVO BRASIL

Fundação: 1958

Aniversário: 09 de novembro

Gentílico: novo-brasiliense

População: 3.519 habitantes

Área: 649.954 km2

Localização: ver mapa